belém 24
CELEBRAÇÃO DO ANIVERSÁRIO MUSEU COLECÇÃO BERARDO 2008 E 2009

2008
Uma frutuosa relação institucional foi iniciada em 2007 no âmbito do FTDI, com o Museu Colecção Berardo. Neste contexto, e a convite desta instituição, produziu-se e programou-se a celebração B24 – Aniversário do Museu.
Durante 24 horas, o Museu esteve aberto ao público, com um vasto programa.
Para além do desenho e produção de todo este evento, foi a DC, responsável pela programação das performances de artistas portugueses, pela exibição de uma selecção de filmes do Canal Arte, programação DJ e VJ, fazendo a ponte com a programação própria e da responsabilidade de Annie Sellem, convidada, pelo Museu Colecção Berardo, a apresentar um conjunto de performances sob o tema das Fábulas de La Fontaine.

 

 

 
DIRECÇÃO DE PRODUÇÃO
DIRECÇÃO TÉCNICA
 
2009
O Museu Colecção Berardo comemorou o seu segundo aniversário com mais uma emblemática festa de 24 horas, nos dias 15 e 16 de Julho, integrada na programação oficial de encerramento das Festas de Lisboa.
O programa de actividades teve início no dia 15, às 19h00, com performances, projecções, espectáculos de dança, actuações de Dj’s, serviço especial de bar, entre outras surpresas, dentro e fora de portas, terminando às 19h00 do dia 16. De acesso gratuito, o público foi convidado a participar numa viagem visual e sonora de 24 horas, no âmbito da qual foi servido gratuitamente um gaspacho volante (entre as 19h e as 00h) e onde todos desfrutaram do sabor dos míticos gelados Santini, pela primeira vez em Lisboa, exclusivamente por esta ocasião, no jardim do Museu Colecção Berardo.
A festa anunciou-se repleta de ritmos e sons, cruzando ambientes tradicionais de actuações do Grupo Coral dos Mineiros de Aljustrel na Praça principal (às 19h30 e às 20h30) com actuações irreverentes da Dj Chloé, Paris, (entre as 22h e as 23h) no Jardim da Água. A partir das 23h, a instalação de música electro acústica de Carlos Santos invadiu o jardim, seguindo-se a vibrante actuação DJ Ride live (a partir das 00h). Entre as surpresas e improvisações destaca-se uma performance gráfica de Odeith, a quem foi lançado o desafio de grafitar 3 paredes ao longo de onze horas consecutivas (das 19h às 6h –no Terraço do piso 2) durante as quais o público foi convidado a assistir ao processo criativo deste artista urbano.
Para quem quisesse alternar ambientes, no âmbito do programa de festividades de Belém24h e do encerramento das Festas de Lisboa, teve a possibilidade de assistir ao concerto de Jorge Palma, que decorreu na Torre de Belém, pelas 22h, e regressar ao Museu Berardo para continuar a desfrutar da festa. Pela madrugada fora, a pista de dança foi no Jardim do Museu, ao ar livre e para todos, até às 2h, prosseguindo no interior ( hall do piso-1), com animação a cargo de Platform concert live (entre as 2h e as 3h) e de Dj Loveboat (entre as 3h e as 6h).
Paralelamente, um projecto intitulado WHERE ART YOU? convidou o público a participar numa série de quatro acções que decorreram no interior do Museu, através de um programa exclusivo de actividades e passeios temáticos. Entre as iniciativas, no âmbito das quais os visitantes foram convidados a explorar e a interagir com o espaço e com as obras, destacou-se o desafio lançado a todos para participar na dinâmica de funcionamento do museu, através da inscrição da sugestão de novas regras numa parede branca criada para o efeito.
No sentido de proporcionar uma experiência única de visita ao Museu (ao longo das 24h), o percurso pelos espaços foi feito através de um passeio sonoro, orientado por um conjunto de intervenções de música electro acústica, que ofereceram ao visitante uma nova e diferente percepção do espaço. Um desafio resultante de um diálogo entre as obras de arte e as instalações sonoras, e que convidou a uma (re) descoberta das salas e dos mais inesperados recantos do Museu.