FUSO 2008
28 JUL > 1 AGO
       

 

                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
             
 
 
 
joão onofre
SEM TÍTULO (MASKED TAP DANCER)
   
    2005, Fundação PLMJ, 11’53’’
 

A utilização da linguagem e o cruzamento de referências da cultura visual, em geral, e das artes plásticas, em particular, definem a prática do artista. Os seus vídeos baseiam-se em acções, com sentido derisório, protagonizadas por múltiplas personagens. Este projecto documenta o percurso de um bailarino de sapateado pelas ruas da baixa de Lisboa. Usando uma máscara grotesca, inspirada na caracterização dos actores de filmes de série B do subgénero zombie, o homem chama a atenção da maioria dos transeuntes, espantados com a sua presença inusitada. Combinando imaginários cinematográficos contraditórios, o do musical e o do terror, este trabalho aborda, assim, o desassossego que marca o quotidiano actual.