FUSO 2008
28 JUL > 1 AGO
       

 

                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
             
 
 
 
florent + trochel
SCENARII
   
    2006, 14’41’’
© Florent Trochel et Le Fresnoy – Studio national

Num enquadramento estático de uma filmagem contínua, estilhaços de actividade humana – cenários infinitos justapostos – progressivamente agregados no espaço de um jardim.
As personagens surgem inicialmente num estilo banal quase descartável, que nos deixa perceber algo de teatral, de coreográfico.
No fluxo destes eventos desconectados, fora do ecrã um fio de voz responde, alongada ao estilo de uma banda sonora: "(…) Poderia ser apenas sobre uma mulher que não sabe onde está ou para onde vai, que não sabe o que está a fazer neste jardim e não pode dizer porquê este jardim em particular, que talvez não saiba sequer - porque não reparou - que está neste jardim, e como tal não é capaz de considerar que a qualquer momento a sua presença ali é um problema, um problema de difícil solução (…)".
Surgem ligação, por vezes explicitas, outras ténues, entre as trajectórias do som e da imagem, mas Scenarii procura manter estes componentes como dois caminhos separados. Através do que é mostrado e do que é ouvido, o que tenta emergir é precisamente o que se esconde entre os dois.
As zonas amovíveis e permeáveis entre a interioridade e a trajectória externa deste personagem ausente é o que Scenarii procura, não para apreender, mas para pelos menos tocar.

Agradecimentos a André S.Labarthe, François Rouan, Bérangère Jannelle, Anna Katharina Scheidegger e a toda a equipa do Fresnoy. Obrigado aos actores, à equipa de filmagem bem como a todos os que tornaram possivel esta realização.