FUSO 2010
28 JUL > 31 JUL
       

 

                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
         
                     
             
 
 
 
angela melitopoulos
TRANSFER
   
    Alemanha, 1992, 12:23 min
 

As imagens para esta videotape foram gravadas no metro de Paris. Gravações com luz reduzida dos rostos e das máquinas perdem-se na sua estrutura electrónica. O grão da imagem de vídeo é ampliado até padrões de digitalização, similares às imagens déjà vu pesquisadas por psicanalistas. Os olhares direccionados directamente para a câmara são reflectidos (olhar para a câmara contra olhar para a câmara). Esse tipo de olhar anónimo (voyeurismo) aparece como característico da forma onírica dos encontros nas grandes cidades. A máquina (transporte) guia toda a gente num mundo em que se sonha acordado. Alguém se "apaixona". Sucedem-se momentos de encontro. A máquina afasta "o outro". Permanece-se anónimo. A emoção de desmaio criada é interpretada como uma experiência sem memória - uma sensação. Neste mundo de sensações as imagens dos media facilmente se movem furtivas. "Estamos condenados a sonhar" W. Benjamin - Passagenwerk.