SINOPSE

Documentário de forte linguagem poético/visual, escrito e realizado por Paulo Seabra que narra a fabulosa vida de José de Azeredo Perdigão. Uma das figuras mais importantes para o desenvolvimento social, cultural e científico do século XX em Portugal.
Com um intenso trabalho de pesquisa de toda a sua vida desde 1896. Amigo de Fernando Pessoa, Almada Negreiros e António Ferro. Apresenta-se pela 1º vez, as suas fichas da PIDE e outros arquivos, que demonstram a sua luta pelas causas sociais e culturais durante o regime de Salazar. Em 1942 torna-se advogado de Calouste Gulbenkian que irá resultar na criação da Fundação. Com testemunhos de quem trabalhou e conheceu Azeredo, este documentário demonstra a importância ímpar que Azeredo e sem esquecer Madalena Perdigão tiveram na idealização da Fundação Calouste Gulbenkian.

Escrita e Realização
Paulo Seabra

Produtor
António Câmara

Assistente de Realização
Maria Antónia Linhares de Lima

Uma Produção
Duplacena

Com
Eduardo Lourenço
António Ramalho Eanes
Dalila Rodrigues
José Blanco
Guilherme D’oliveira Martins

Artur Santos Silva
Eduardo Marçal Grilo
Mónica Bettencourt Dias
José Sasportes
Isabel Mota
Pedro Paulo de Azeredo Perdigão
Miguel de Azeredo Perdigão
Isabel Maria
João Carlos Perdigão

Participação Especial
Coro E Orquestra Gulbenkian
Maestros Muhai Tang
Lorenzo Viotti
Michel Corboz
Pedro Burmester
Mário Laginha